Friday, November 17, 2006

Voto obrigatório = voto de cabresto


Hoje há uma notícia no jornal sobre um juíz que isentou os eleitores faltosos de multa. Segundo ele "o voto obrigatório é uma afronta à democracia". Ele fala também que os recentes escândalos no governo dão aos eleitores bons motivos para não quererem votar.
O nome deste herói é: Wagner Guerreiro. Ele é mineiro.
Já falei disso aqui. A quem interessa o voto obrigatório? Uma massa de ignorantes que não sabem ler, pensar ou votar? Voto obrigatório no Brasil é voto de cabresto, pois os eleitores mais pobres não só não têm acesso à informação como acabam votando de acordo com assistencialismos e favores.
Palmas para o juiz.
Até porque eu não aguento mais pagar aquela multa!

Oriane

2 comments:

Claudia said...

O projeto, se não me engano do Moreira Franco, sobre o voto facultativo está parado em alguma gaveta por aí.

Vamos fazer uma campanha pelo voto facultativo?

Anonymous said...

Em uma democracia de verdade as pessoas não são coagidas a exercerem seus direitos (elas o fazem por livre e espontânea vontadade ,algo que não ocorre aqui no Brasil) , é inadimissível que em pleno século XXI ainda as pessoas são obrigadas a fazerem coisas as quais não concordam.

Eu apoio o fim do voto obrigatório.
:)