Wednesday, November 29, 2006

Um pouco de história da arte




Minha amiga injustiçada, aquela perseguida pela chefe feia, é professora de História da Arte. Enquanto os alunos reclamam que a tal chefe-feia-comunista só passa vídeos de meninos de rua e temáticas sociais (gente, isso é no curso de História da Arte!!!)a minha linda amiga é especializada em Renascimento. Ela me deu uma aula bárbara sobre a cronologia da representação de Cristo.
O grupo escultórico que vocês estão vendo é o Laocoonte. Plínio, o velho, escreveu que esta era a mais bela obra de todos os tempos. Michelangelo leu. Quando o Laocoonte foi exumado, Michelangelo acorreu às escavações e reconheceu a descrição de Plínio. Laocoonte era um profeta e percebeu que havia algum problema com o cavalo dado pelos gregos à Tróia. Palas Athena enviou estas serpentes que o arrastaram para o mar. Entretanto, graças ao aviso de Laocoonte, Enéas consegue fugir e de sua fuga nasce Roma. Esse é o mito fundador de Roma e pode ser lido em Virgílio, na Eneida.
Laocoonte representa o auto-sacrifício pelo bem alheio. Sua expressão é de resignação e coragem e será a base para todas as representações de Cristo a partir do esboço que Michelangelo faz de cristo com inspiração em Laocoonte. esta é a segunda imagem que mostramos. Até então o Cristo era mostrado triunfante ou morto, mas jamais sofrendo.
As representações que agora conhecemos de Cristo são todas oriundas desse grupo escultórico fascinante. A partir da exumação da obra e do desenho de Michelangelo, teremos um Cristo vivo e sofredor.
O Cristo de Michelangelo fala de uma das passagens mais enigmáticas das escrituras: Senhor, Senhor, por que me abandonaste?

Precisamos de beleza para combater tanta feiúra...

Oriane

1 comment:

william said...

hey, eu sou funcionário público! tá certo que o que eu faço vale nada, e me pagam razoavelmente bem pra quem ainda tá na graduação... Mas eu faço alguma coisa! hahahaha

e esse discurso de não ser nem de direita nem de esquerda é típico de direitistas reacionários que querem enganar os outros e não se reconhecem como de direita. Pelo menos é isso que todo esquerdista diz...

Quer ver o que é a fealdade? O link abaixo é para a pesquisa de acórdãos de TJ paulista. Clique no acórdão que aparece no quadro à direita e leia-o todo (obs.: está em formato tif, deve ser aberto pelo visualizador de imagens de fax do windows, se o quicktime estiver configurado pra abrir esse tipo de arquivo, vc não conseguirá visualizá-lo):

http://tinyurl.com/yeudjr

Leia-o todo. Passe por cima do que não entender. O interessante é a histórica contada.

Ah, e o post está mto bom. Falo seriamente.