Monday, May 07, 2007

Mais Noblesse Oblige


Vocês conhecem o ditado?: - a vida do babaca é atribulada e cheia de imprevistos...
Pois é, na apresentação do Municipal de Moricone um "roqueiro" - Marcelo Cardoso - que eu não tenho a menor idéia de quem possa ser, resolveu botar suas patas vestidas com tênis no palco. Longe de mim querer reprimir quem quer que seja, mas detesto gente grossa. E tenho a impressão de que cada dia mais estes "artistas" jovens e mimados só pensam em aparecer. O objetivo da diatribe do roqueiro-grosso era aparecer, mostrar que é "muderno", provocar polêmica. Tudo o que conseguiu fazer foi desrespeitar um dos raros templos onde a noblesse oblige ainda não havia sido abandonada e, com isso, mostrar sua profunda ignorância. Essa gente acha que pode a tudo e a todos desrespeitar. Tudo em nome de uma liberdade que parece muito mais egolatria do que qualquer outra coisa. O idiota não estava querendo exercer sua liberdade, mas sim agredir os outros. E isso é ridículo.
Ele deve ser proibido? Claro que não. Mas faria muito bem ao ego desmesurado deste imbecil levar umas três olhadelas frias e ser devidamente ignorado. Deve ser tratado como uma criança, que é o que ele é, e rejeitado por aqueles que já aprenderam que o convívio social só pode ter como base a liberdade se cada um aprender a não invadir o espaço do outro.
Adolescentes idiotas querendo aparecer só podem ser combatidos com boa educação.
Quem nasce sem berço, como o babaca do Municipal, ou tenta se ilustrar ou vai pastar junto com as mulas. Aposto que ele é um eleitor feliz de Lula e, francamente, eles se merecem.
E o pior é que é gente como esse babaca que acaba por justificar uma sociedade repressora. Pessoas que não conhecem o seu lugar acabam favorecendo a criação de regras para delimitar espaços que tolhem a liberdade de outros que nada têm a ver com isso. Daqui a pouco o Municipal volta a proibir a entrada de pessoas vestidas com tênis e bota bedéis para tolher engraçadinhos que querem por o pé no palco e este retardado vai bradar: ditadura! censura!
Por causa de idiotas assim, sem nenhum senso de propriedade, temos um estado que trata a todos como crianças.
Em nome da sua liberdade pessoal o babaca clássico só faz invadir o espaço do outro. Essa gente realmente se acha o centro do universo.

Oriane

4 comments:

Frodo Balseiro said...

Se fosse só o tenis Oriane! Esse pessoal tem o "kit" completo para irratar gente civilizada!

william said...

Oriane, você não faz idéia da vergonha que passei uma vez! Uma amiga estava no coro de uma ópera, e fomos eu e um casal de amigos assistir. Mas como falavam! E alto! Percebendo a irritação das senhoras que estavam ao meu lado, eu várias vezes fiz sinal ao meu amigo (aliás, o mesmo do diálogo que você comentou no meu blog) para que fizesse silêncio, mas não adiantava!

É um horror essa gente que tem dinheiro mas não tem boas maneiras! Já vi muita gente extremamente miserável que era muito bem-educada, e prefiro prefiro essas àquelas. Temos que olhar feio mesmo, e mostrar reprovação (o problema é que parece que essas pessoas têm um certo prazer em saber que são reprovadas... doentes!).

Clau said...

Oriane, vou frequentemente ao Municipal em concertos pagos e nada baratos. A platéia continua sem educação - os mesmos celulares tocando, as bundas que não sossegam nas cadeiras que rangem, e as gargantas pigarrentas que não calam durante os pianíssimos.

É irritante perceber como não sabem se comportar.

PATRICIA M. said...

William, tenta assistir cinema, que terror que eh... Fileiras e fileiras de mal educados que acham que estao em casa, podem meter os pes no encosto de sua poltrona e conversar o tempo todo... Uma vez tive que literalmente grunhir para uma favelada tirar os pes do encosto da minha cadeira, pode? Um absurdo a falta de educacao do brasileiro, verdadeiros selvagens!