Sunday, April 15, 2007

Observação do Espaço Profundo: não tem preço...


Esta é a belíssima Galáxia do Sombrero - M 104. Ontem eu a ví em plena cidade do Rio de Janeiro com um binóculo 10 x 50. Foi uma emoção imensa ver este que é meu objeto astronômico predileto ( é o papel de parede do meu computador há anos) com um binóculo. É claro que a visão com o binóculo é muito difusa. Vemos uma mancha, mas não há como errar: as galáxias, quando estamos prestando atenção, são inconfundíveis. Um espécie de mancha em meio às estrelas. É uma delícia poder olhar para algo tão distante. Esta época do ano a Galáxia do Sombrero, que fica na constelação de Virgo, é de fácil localização. Virgo faz um passeio pelo centro do céu ao longo da noite. Se alguém se interessar, pode pegar os mapas por horário e localização no site Astronomia no Zênite. Neste site não estão listados os objetos deep space. Mas os planetas estão lá. Para encontrar os objetos deep space eu aconselho comprar a Astronomy Brasil e olhar. Mas há vários mapas que mostram estes objetos. Para quem tem binóculo é uma distração que não tem preço!

Oriane

2 comments:

PATRICIA M. said...

Gostei!!!!! Eh caro um binoculo desses? Eu sou fascinada com Antares, a alfa de Escorpiao!

A Furiosa said...

Oi Patrícia,

aí nos EUA é muito barato. Vc pode procurar o cosmoforum e lá há uma ampla discussão sobre qual "bino" comprar. O mais importante: binóculos para astronomia não devem ter zoom. Uma boa marca ( relação custo-benefício) é o Celestron...
O meu, aqui em Banânia, custou 250 reais.
Antares não vai fazer muita diferença, mas as galáxias, nebulosas e planetas ficam bem mais visíveis com binos...
Um abraço

Oriane