Tuesday, December 26, 2006

Lei de Gerson


Hoje fui ao banco e enquanto esperava numa enorme fila só havia dois caixas. Um para os idosos e outro para os outros. Eis que entra um sujeito aparentando uns 55 anos, cabelo grisalho etc. Olha a nossa fila (não idosos) e olha a outra, vendo que a nossa é muito maior entra na dos idosos. Assim, na cara de pau, e ainda fica com aquele riso amarelo de quem sabe que está levando vantagem às custas dos outros. Fiquei furiosa. Fui perguntar ao caixa e ele disse que não era a função dele verificar as identidades. A fila estava enorme, várias mulheres esperando em pé. Estava no Banco do Brasil, é claro.
Depois os funcionários públicos não sabem porque a gente não gosta deles. É isso, na hora de pagar os salários nós comparecemos com os impostos. E na hora de alguém nos proteger? Tem alguém lá? Quer dizer que o cara sabe que tem uma fila enorme, que o cara entrou no caixa dos velhinhos para ser "esperto" e não tem ninguém do banco para vir em nosso socorro?
Quem protege o cidadão honesto afinal?
Essa cultura da "lei de Gerson" é uma das coisas mais escrotas dos brasileiros. Todo mundo quer se dar bem, nem que seja furando a fila.
Quando ele saiu puxei palmas "para o velhinho", e ainda perguntei se ele não precisava de uma bengalinha...ele deu um sorriso irônico.
Não sei por que tentei, a moral não faz parte dos valores dele. Nosso povo é totalmente sem esperanças.
Merece o presidente que tem.

Oriane

3 comments:

Claudia said...

Merece sim Oriane. Antes do Natal, passei algumas horas na agência do BB no Fórum e, enquanto esperava, vi um gajo qualquer vestido com a camisa da CUT distribuindo jornais da CUT para cada funcionário do BB.
Deu vontade de ir lá e enfiar a mão naquele infeliz. Eles não querem saber, lucram bilhões por ano e nós, estúpidos que somos, continuamos na fila reclamando uns com os outros ou fazendo muxoxo. Abrir a boca como vc fez, são poucos, muito poucos.

Eu brigo muito no trânsito justamente por estas coisas: reclamam do Lula ou dos políticos mas adoram desrespeitar um sinal ou uma faixa de pedestres. Para mim, o princípio é o mesmo - leis são feitas para serem respeitadas, não importa se é uma mísera faixa de pedestres ou milhões da União.

Precisamos mudar de planeta, este não dá mais.

Beijos
PS Como foi de Natal? Feliz?
Aqui foi ótimo :-)

william said...

Vou apanhar, mas vou contar. Logo q fiz 18 anos fiz concurso pro BB. Trabalhei lá exatamente um ano. Mas era cada coisa... Fazendo triagem das pessoas na fila do caixa especial, por exemplo, uma vez uma mulher brigou comigo dizendo que tinha direito de usar o caixa especial porque, naquele dia, tinha feito exame de sangue, e mostrou o algodãozinho no braço! E me xingou de tudo quanto é nome! Em outra ocasião, um sujeito, com uma filha de uns cinco anos que ele nem pegou no colo em ocasião alguma, insistiu que a placa dizia "pessoas com crianças" e ainda veio dar uma de machão pra cima de mim! E assim vai. A política do gerente de atendimento era não discutir porque, discutindo com uma pessoa, outras acabam se metendo também e a situação fica pior...

Bom, ligue para o BB responde (ou mande um email). Quando te ligarem pra responder, reclame mesmo! Aposto que, quando baixarem a reclamação na agência, ainda vão colocar que a cliente ficou "muito satisfeita" hahahaha.

http://www.bb.com.br/appbb/portal/bb/ouvidoria/OuvidoriaBB.jsp

Furiosa said...

Já fiz várias ligações ao BB responde. Eles respondem mesmo...