Tuesday, August 28, 2007

Paquetá e o efeito curativo do pôr do sol...



Amigos leitores, gostaria de me desculpar pela minha ausência. Modificações na vida amorosa, o suicídio de uma colega e uma negra depressão me impedem de fazer qualquer coisa, inclusive trabalhar. Estou melhorando aos poucos, com a ajuda dos amigos e algumas viagens estratégicas.

Sei que há muito preconceito com Paquetá. Mas é uma bela ilha onde os lugares mais maravilhosos não são vistos pelos turistas. Uma pena...

Oriane

8 comments:

Clau said...

Oriane, assisti um recital numa casa muito antiga em Paquetá, não lmebro bem se era um centro cultural ou algo parecido, mas era uma belíssima construção recuperada e muito bem conservada.
É preconceito sim, Paquetá é muito bonita.
Espero que fique bem, as coisas andam esquisitas mesmo...uma energia pesada paira nos céus.
Beijos e te cuida ;-)

Frodo Balseiro said...

Oriane
Que a "Luz" te ilumine! Seja lá que luz for.
Pronto retorno é o que eu espero!
Abraço
Frodo

Stefano said...

Oriane

Paquetá é belíssima, uma pena que a baía seja tão imunda...No mais, te desejo melhoras, força & coragem.

Abraços

osvjor said...

Peço licença prum comentário OFF-post
Vasculhando o blog, encontrei um post do ano passado, indicando uns tampões de ouvido para enfrentar a barulheira desta cidade marabichosa. como tb já sofri muito (e sofro ainda às vezes) com o esporro alheio, quero dar minha contribuição: após experimentar vários tampões de ouvido, inclusive uns usados por mecânicos em provas de Fórmula-1, conheci o melhor de todos, por sugestão de um amigo: o Boule-Quiez. Trata-se de umas bolinhas de cera, que se adaptam ao ouvido, não incomodam e deixam a gente bem surdo. Era vendido em drogarias legais como a Farmalife. Isso nos bons tempos dos importados baratos, na época do FH. Hoje não sei.

A Furiosa said...

Osvjor,

já usei muito os Quiez. A farmácia do Leme fazia uns iguaizinhos, mas não sei se faz mais. Uso aqueles feitos para uso médico. Adoro...

Oriane

Ricardo Rayol said...

Usando meu jeito tosco de ser só me lembro do cheiro do mar... argh.

Mas tirando isso realmente é um local único no Rio, pena que desprezado

Nemerson Lavoura said...

Eu também gosto de Paquetá, apesar dos pesares. Bola prá frente, Oriane!
Um grande abraço.

David said...

Oriane, eu sumo e você desaparece?
de qualquer maneira, I´m back! Aguardo por você também :)