Friday, June 08, 2007

Diotima defende a nossa anarquia

Queria somente formular uma pergunta - talvez seja mais um comentário do que uma pergunta - quanto à questão da anarquia.
Falar de anarquistas de direita ou de esquerda - ou, por negação, anarquistas que nunca são de direita ou de esquerda - não é, no limite, uma contradição em termos? Não é de se esperar que anarquistas sejam, justamente, os primeiros a questionar esse tipo de ferramenta? O criativo e auto-denominado "anarquismo" deste blog vincula-se, creio eu, justamente à vontade de navegar à margem de grupos que se fecham ao redor de "ideologias", definindo-se a si próprios e aos demais a partir de esquemas que, na atualidade, são mais mentais do que políticos - como justamente o binarismo esquerda/direita.
Do ponto de vista da história política, evidentemente, o termo "anarquismo" é tão anacrônico quanto "direita" ou "esquerda", e a meu ver o seu emprego heterodoxo, como o faz esse blog, só tende a tonificá-lo ao propor novos sentidos e discussões. Há algo menos anarquista do que prender as próprias palavras em camisas de força?

Diotima

1 comment:

PATRICIA M. said...

Acho que os tais anarquistas que te visitam e ficam indignados com seu epiteto de anarquista na verdade sao ANARQUISTAS POLITICOS. Entendo eu justamente que voce professa uma anarquia de ideias, nao politicamente falando. Nao defendendo o anarquismo como forma de politica. Posso estar errada, no entanto.

Eu nao acredito em anarquismo como forma politica. Ate tentei ler o link do ultimo anarquista, mas Jesus, que preguica de pensar sobre essas ideias sem pe nem cabeca, ligeiramente ultrapassadas historicamente (ha algum ludista por ai?). Alem do mais, sou uma capitalista convicta.

:-)