Sunday, February 24, 2008

Os co-homicidas


Voltamos à mania de dar nome aos bois: quem compactua - entenda-se por compactuação aplaudir, elogiar, incentivar, fazer propaganda, defender feroz ou sutilmente - com sistemas e ideologias assassinas é co-homicida/genocida, questão de "malfadada" lógica. A ùnica maneira de combater o deplorável estado de coisas que nos circunda e sufoca é esse mesmo, dar às coisas seus verdadeiros nomes. É claro que essa tarefa é difícil, especialmente para as pessoas ingênuas, os narcisistas, os moralmente fracos de espírito, os desleixados existenciais. Todavia, com o que nos resta de fôlego e lucidez, é preciso travar esse combate, ainda que pareça um caso perdido. O jogo de palavras é tudo, o discurso condena ou absolve, pensamentos escorrem por meio de estruturas gramaticais. Não há saída porque é ASSIM, como dois e dois são quatro, apesar do que disse "mano" Caetano... Afirmar o contrário, contrariar esses parâmetros, já faz parte de uma síndrome diabólica a priori, que denota com clareza o mal absoluto ou a psicopatia que decorre exatamente por conta da disseminação desse mesmo mal.
A patota que urra cotidianamente pela defesa das" inocentes" idéias que entronizaram Fidel et caterva por 49 anos em Cuba é co-homicida. Danem-se os sofistas.
Imagem: capa do livro-reportagem Camaradas, do jornalista William Waack, uma leitura para gente honesta.

Marx, o Groucho

5 comments:

Treat Cancer said...


You can treat cancer with Flavonoids!

It's easy, cheap and effective.

================================

Hello.

I want your opinion on this.

Flavonoids are compounds that come from fruits and vegetables. They work against cancer cells. Now there is a site that teaches how to use flavonoids against cancer.

Tell me what you think of it. Click on this message to visit the site.

Please blog about it.

Thanks.

Ricardo Rayol said...

um aparte: são idiotas co-homicidas, com tendências intrinsecas para queimar roscas.

William said...

Tento dizer isso para os meus amigos, mas não adianta! É uma pena... Um assassino é um assassino, não é difícil compreender isso. Mas logo alguém responde que "ninguém é uma coisa só" e nisso sustenta a aceitação do mal.

Frodo Balseiro said...

Nessa história da "renúncia" do cadáver político Fidel Castro, só sinto que a data não fosse redonda!
"50 Anos de Opressão e Mentira" fica muito melhor que 49...hehehe...não acha?

A Furiosa said...

Pessoal,
Concordo com tudo! São "co-tudo-de ruim"! Não é exagero, é mera constatação. Essa gente mente como quem respira!
Abração a todos!
PS? Oriane está pesquisando a pedra filosofal,mas já volta...